Ver mais notícias

A Airbus surpreendeu os investidores com forte alta nos lucros no segundo trimestre, fazendo suas ações chegarem a subir até 5 por cento com as lucrativas entregas de jatos ofuscando mais notícias ruins sobre o avião de transporte militar A400M.

O lucro operacional antes de itens não reocorrentes saltou 15 por cento, para 1,23 bilhão de euros, com ganhos de ao menos 20 por cento nos lucros de jatos e helicópteros mascarando o prejuízo de 159 milhões na divisão aeroespacial e defesa.

Analistas consultados pela Reuters esperavam lucro operacional de 1,06 bilhão de euros.

A Airbus manteve a projeção financeira para o ano após a receita e o lucro principal do semestre subirem 6 por cento. Às 8h10 (horário de Brasília), as ações subiam 4 por cento.

O presidente-executivo, Tom Enders, disse que a segunda maior empresa aeroespacial do mundo, atrás da Boeing está focando-se na execução de programas de aeronaves como o jato de passageiros A350 e a problemática aeronave militar A400M.

As provisões cumulativas para o maior projeto de defesa da Europa superou 5 bilhões de euros, com a Airbus fazendo nova provisão de 290 milhões por novos atrasos de desenvolvimento, na esteira da queda de um A400M durante um voo teste em maio.

 

 

Comente

Ver mais notícias