Ver mais notícias

No dia 02 de Agosto, foi checado o primeiro piloto de helicóptero do Brasil, para a habilitação de IFRH  dentro dos parâmetros da portaria da ANAC IS 61-002b.

Porque isso é tão importante?
Antes de existir esta portaria, após cumprir todos os requisitos mínimos para a habilitação de IFRH, o piloto era obrigado à proceder o cheque em uma aeronave homologada para voar IFR real. Para isso precisaria também incluir o TIPO, por exemplo, do Agusta, o que implica em fazer o ground, banca e um mínimo de 3h de voo de adaptação.O piloto gastaria mais que R$ 35.000,00 só para checar, mais as horas de voo no helicóptero sob capota, mais as horas em simulador, e mais a parte teórica.

Porém agora já é possível checar por um valor muito mais acessível. As escolas homologadas a conceder esta habilitação de acordo com esta portaria, podem proceder com o cheque de IFRH em aeronave "sob capota", por um custo menor que 10% do valor anterior.

E semana passada, na Ultra Pilot - Escola de Aviação Civil, o cmte Victor Lira se tornou o primeiro IFRH checado do Brasil dentro desta nova regra, em um Robinson R44. Isto marca uma nova fase na formação e especialização de pilotos de helicóptero, que já podem buscar este diferencial em seu curriculum.

 

 

Comente

Ver mais notícias