Ver mais notícias

O cenário é familiar em filmes de ficção científica. Uma aeronave pilotada por um comandante, durante seus percalços, é auxiliada por robôs capazes de realizar processos e seguir protocolos da aviação. Nos Estados Unidos, uma agência de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias voltada para o universo militar investe para que cenas assim aconteçam na vida real.

A Darpa possui projetos em diversas esferas e a aviação é uma delas. Ainda em caráter experimental, a agência criou um robô capaz de fazer as vezes de copiloto em situações de tripulação reduzida. Alias é o nome do mecanismo, sigla para “Sistema de Copiloto Automatizado”, produzido em parceria com a Aurora Flight Sciences.

Com testes bem-sucedidos em aeronaves de menor escala e helicópteros, como Diamond DA42, Cessna 208 Caravan, Beaver DHC-2 e Iroquois UH-1 o Alias teve a sua frente o desafio de pousar um Boeing 737. Para este teste, no entanto, foi utilizado um simulador do departamento de transportes dos Estados Unidos, em Cambridge, Massachusetts.

“Ao ser testado com sucesso em diferentes tipos de aeronaves, o Alias provou sua capacidade e versatilidade em realizar voos automatizados”, afirmou o vice-presidente de pesquisa e desenvolvimento da Aurora, John Wissler. “Como caminhamos em direção a voos completamente automatizados, da decolagem a aterrissagem, nós podemos dizer com segurança que desenvolvemos um sistema capaz de reduzir significativamente a carga de trabalho da tripulação.”

Como é possível ver no vídeo divulgado pela empresa (abaixo), o Alias consiste em um mecanismo capaz de seguir comandos e aprender processos operacionais. Com seu braço, o robô alcança controles de voo e realiza as ordens designadas via uma interface em tablet ou por comando de voz.

 

 

 

Comente

Ver mais notícias

Siga-nos

Fone: (14) 3624-2488 pilotobrasil@pilotobrasil.com.br