Ver mais notícias

Um incidente incomum provocou o pouso de emergência de um avião da China Eastern nesta madrugada, em Sydney, logo após a decolagem da cidade australiana: um rombo no revestimento do motor. O caso ainda não tem uma causa específica, mas forçou a interrupção do trajeto do Airbus A330-200 da companhia chinesa, que seguia para Xangai, na China.

A aeronave retornou sem problemas ao aeroporto de Sydney, mas as imagens, que rapidamente tomaram as redes sociais, impressionam: um grande rasgo é visto na carcaça do motor esquerdo da aeronave, um Rolls-Royce Trent 772.
Twitter/David Coady

Segundo o portal Seven News, logo após a decolagem do voo MU 736, entre Sydney e Xangai, teria ocorrido um estrondo seguido de cheiro de queimado. Ao verificar o que tinha acontecido, a equipe teria desligado o motor com defeito e retornado, de forma segura, a Sydney. Uma inspeção na pista foi solicitada, mas o controle de tráfego aéreo do aeroporto informou que não foram encontradas detritos até o momento.

A gerente geral da China Eastern Airlines para Oceania, Kathy Zhang, disse à ABC que o avião ''encontrou um problema no motor após a decolagem''. ''A equipe observou a situação anormal do motor esquerdo e decidiu retornar imediatamente ao aeroporto de Sydney'', comunicou.

Uma das especulações, segundo o site australiano eGlobal, é que a turbina pode ter sugado parte do revestimento à prova de som na parte da frente da capota que envolve o motor, causando o buraco. Já o Aviation Herald apontou que um evento semelhante, que afetou o mesmo modelo de motor, atingiu um avião egípcio a algumas semanas.

Confira abaixo mais imagens do buraco no motor da China Eastern, que rodaram nas redes sociais:

 

 

 

 

 

Comente

Ver mais notícias