Ver mais notícias

A Avianca Holdings anunciou novas medidas para contornar a greve de pilotos que vem prejudicando suas operações já há mais de dez dias. A principal delas, autorizada hoje por autoridades colombianas, é a contratação de pilotos estrangeiros para suprir a falta dos que paralisaram suas atividades.

A Aeronáutica Civil colombiana permitiu à companhia aérea buscar a contratação dos pilotos de outros países, e, segundo a Avianca, já há mais de 1,8 mil em processo de seleção. Apesar disso, a companhia também reitera que "múltiplos" pilotos de seus quadros estão "retornando paulatinamente ao trabalho".

Além disso, a Avianca afirma ter contratado um "operador estrangeiro" para manter ativas as rotas da companhia entre Colômbia e Europa, sem revelar a identidade da empresa. Em relação ao Brasil, a Avianca Brasil continua sendo responsável pelos voos AV85 e AV86, entre São Paulo e Bogotá. Os outros voos brasileiros não sofreram alterações.

A Avianca também anunciou que aumentará frequências em rotas de alto tráfego, embora não tenha sido específica sobre quais são elas. E, paralelamente, estão sendo reativadas as vendas de voos que não foram afetados pela paralisação.

A companhia continua colocando a greve dos pilotos como ilegal, e afirmou que espera o retorno deles o mais breve possível.

 

 

Comente

Ver mais notícias