Ver mais notícias

As quatro companhias aéreas do portfólio da Indigo Partners e a Airbus assinaram um Memorando de Entendimento para a compra de 430 aeronaves adicionais da família A320neo. As unidades serão distribuídas entre as low cost Frontier Airlines (Estados Unidos), Jet Smart (Chile), Volaris (México) e Wizz Air (Hungria).

Das 430 aeronaves, 273 são A320neos e 157 A321neos, que custarão US$ 49,5 bilhões a preços de lista. O negócio foi anunciado no Dubai Airshow pelo sócio-gerente da Indigo Partners, Bill Franke, e o chief operating officer (COO) de clientes da Airbus, John Leahy.

"Este compromisso sublinha nossa visão otimista do potencial de crescimento de nossa família de companhias aéreas de baixo custo, bem como nossa confiança na família A320neo como plataforma para esse crescimento", disse Bill Franke. "Nossas companhias aéreas sabem que uma ótima aeronave e um bom plano de negócios criarão valor para nossos clientes”, completa.

A Wizz ficará com 72 A320neo e 74 A321neo, a Frontier com 100 A320neo e 34 A321neo, a Jet Smart com 56 A320neo e 14 A321neo, e a Volaris ficará com o menor número de aeronaves, sendo 46 A320neo e 34 A321neo, que serão entregues entre 2022 e 2026. Anteriormente, as companhias aéreas da Indigo Partners fizeram encomendas de 427 aeronaves da família A320, tornando o grupo um dos maiores clientes da fabricante.

“A Indigo Partners tem sido um enorme cliente e apoiante da frota de um único corredor da Airbus há muitos anos. Um pedido de 430 aeronaves é notável, mas particularmente gratificante para todos nós quando vem de um grupo de profissionais da linha aérea que conhecem nossos produtos”, agradece John Leahy.

O modelo permitirá economia de até 20% em combustível e já teve mais de 5,2 mil pedidos recebidos de 95 clientes desde o lançamento, em 2010. Com isso, a família A320neo acumulou cerca de 60% de participação no mercado. No Brasil, o modelo ganhou o seu primeiro centro de treinamento na cidade de Campinas (SP).

MAIS NEGÓCIOS
Durante o Dubai Airshow, a CDB Aviation também divulgou oficialmente a encomenda de 90 aeronaves A320neo, que teve o negócio dividido em duas etapas. Na transação consta um contrato de compra original assinado em 2014 para 45 unidades, que até então não haviam sido divulgadas, e o reafirmamento do Memorando de Entendimento, anunciado em junho no Le Bourget Paris Airshow, para 30 aeronaves adicionais A320neo e 15 A321neo.

 

 

Comente

Ver mais notícias